espaguete a carbonara
espaguete

Receita de Espaguete  a Carbonara

 

Rende duas porções

 

Ingredientes Receita de Espaguete   Carbonara

A receita original leva guanciale e queijo pecorino, aqui substituímos por  bacon e queijo parmesão

 

  • 250 g de espaguete grano duro ( ½ pacote).
  • 1 xícara de bacon cortado.
  • 1 xícara de queijo parmesão ralado.
  • 5 gemas
  • Sal e pimenta a gosto.

 

Preparo do Espaguete a Carbonara:

 

  • Misture numa tigela as gemas, queijo parmesão e pimenta a gosto e reserve.
  • Cozinhe o macarrão em água fervente com sal. Escorra o macarrão reservando 1/2 xícara da água de seu cozimento.
  • Numa panela frite o bacon, adicionando na sequência, o macarrão, a mistura de gemas e queijo e ½ xícara da água de cozimento, misture tudo muito bem e rapidamente para não coagular os ovos.

  Foto: Curitiba Honesta

Saiba a origem da receita

Tal como a maior parte das receitas tradicionais, as origens deste prato são obscuras, existindo diversas lendas. Por vezes, refere-se que possa ter nascido na Roma antiga. Como o nome deriva da palavra italiana para carvão, alguns acreditam que tenha sido uma refeição suculenta para os trabalhadores do carvão na Itália. Outros dizem que antigamente era feita sobre grelhadores de carvão. Ainda outros sugerem que as manchas pretas de toucinho e pimenta se assemelham a pequenos pedaços de carvão, o que poderia explicar o nome. Também foi sugerido que poderia ter sido inventado pelos membros da Carbonária, uma sociedade secreta italiana.

O prato não era conhecido antes da segunda guerra mundial, não estando presente no livro clássico da culinária italiana La Cucina Romana, da autoria de Ada Boni, datando de 1927. Pensa-se que terá tido origem em zonas montanhosas fora de Roma e não dentro da cidade, mais concretamente nos montes apeninos. A sua popularidade começou após a segunda guerra mundial, quando muitos italianos comiam ovos e toucinho fornecidos por tropas norte-americanas. Também se tornou popular entre as tropas norte-americanas estacionadas na Itália. Quando regressaram a casa, tornaram a receita popular nos EUA.

Outras teorias apontam que o primeiro a dar-lhe um nome foi o escritor culinário napolitano Ippolito Cavalcanti, que publicou a receita pela primeira vez no ano de 1839, no seu livro Cucina teorico-pratica. Uma outra hipótese indica que o prato pode ter tido origem em Carbonia, uma povoação a oeste de Cagliari, fruto da criatividade de um cozinheiro talentoso, que acabaria por se mudar para Roma, à procura de trabalho. Diz-se que o prato teria tido tanto sucesso que o cozinheiro, talvez por timidez, lhe acabaria por dar o nome da sua terra, em vez do seu.

Fonte: Wikepedia

 

Compartilhar